segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Breve ensaio sobre homens covardes


 Aviso de gatilho: esse texto toca em assuntos inerentes à violência contra a mulher.

Andei refletindo muito sobre isso ultimamente. Com a polêmica e a popularidade do tema aborto e a defesa de sua descriminalização, percebo que cresceu o índice de homens escarrando misoginia por toda a internet brasileira. O que permeia a existência dos homens covardes? O que leva alguém a destilar seu ódio, oculto por uma tela de computador?

Sim, certamente você conhece ao menos um espécime. Este é aquele homem que costuma aparentar uma conduta impecável, uma cortesia indelével. Essa mesma criatura, ao se deparar com uma mulher com a qual possua discordâncias, fica podre como o hálito do inferno. Se transmuta em uma fera odiosa, que com suas faces retorcidas pela raiva, comete todo tipo de atrocidade.
Seriam essas criaturas meio-homens, meio-bestas? Ou talvez ser homem signifique portar um certo privilégio para agir como besta?

Vadia, puta, vagabunda. Quantas de nós já não ouvimos tais dizeres? Em algumas de nós, vieram acompanhados por tapas, socos, chutes. Estupro. Será a violência na web o reflexo da violência na vida real, ou a violência na vida real um reflexo da violência na web? A vida em ambos os mundos se convergem, como linhas em uma intersecção. A violência se repete, como um loop infinito. E nós, estamos presas nesse bug, nos convertendo em vítimas infinitamente.

Gostaria de dizer que esse texto terá uma conclusão um dia, mas o mais provável é que nunca terá. Não tenho respostas, apenas mais e mais questionamentos a serem levantados. Infinitas perguntas em aberto, tão infinitas quanto a dor de todas as mulheres injustiçadas. Tão confuso quanto eu, no dia em que policiais consolaram meu agressor ao invés de mim.

3 comentários:

  1. Triste realidade de muitas mulheres.. a violência não é só física.. ela grita ou sussurra, com olhares ou palavras.. só ecoa em nós uma dor que nenhum outro entenderá, a não ser, nós mesmas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A violência nos atinge de várias formas. A dor, a humilhação, o desprezo e o nojo à si mesma quando ocorre... Marcas que só nós compreendemos.

      Excluir
  2. https://thaydreams.blogspot.com.br/2016/12/cartoes-de-natal.html

    ResponderExcluir